Milano mi aspetta! #3

by - 28 março

Não, não falta assim tanto tempo. Segundo apurei, o meu semestre por terras milanesas só começa lá para outubro. Faltam cinco meses, portanto. Falta muito. Não, não falta muito. Estamos praticamente a terminar março. Em abril faço anos. Em maio tenho a correria do semestre. Os dois meses seguintes - junho & julho - são dedicados ao exame de projecto. Em agosto são as férias em família e quiçá de um trabalho de verão. Setembro será o corropio de deixar tudo pronto e assim, sem mais nem menos, de repente, chega Outubro!



Tenho perdido muito - mesmo muito - tempo em pesquisas sobre Milão. A ânsia de saber tudo o que posso antes de lá pôr os pés é enorme e já consegui reunir aquilo a que posso chamar factos curiosos e interessantes sobre Milão. Uma vez que este blog será como o meu diário de bordo durante a viagem, faz mais do que sentido que também o seja na pré-viagem.

Milão é a maior cidade industrial de Itália
Graças a este artigo do Expresso, tinha perfeita noção que os níveis de poluição em Milão não eram perfeitos e que graças a esses níveis nem sempre conseguimos ter um céu azul por lá. Não sabia que era a maior cidade industrial de Itália e isso explica muita coisa. No entanto, é bom saber que este facto não é ignorado de todo e são tomadas medidas como as de dezembro de 2015 - os carros foram banidos da cidade durante um período de tempo e as tarifas dos transportes públicos baixaram radicalmente durante o mesmo período.


O comboio é o melhor meio de transporte para conhecer Itália e Milão é o melhor ponto de partida
Os italianos são os primeiros a usar e abusar do comboio e os turistas vão atrás e usam-no também para chegar às diversas cidades italianas. Tal como em terras lusitanas, também eles têm a 1ª classe, a 2ª classe e a classe business.
Existem vários tipos de comboio tal como em Portugal: o regionale liga as cidades mais pequenas, anda calmamente e dá-nos a possibilidade de parar em vários locais durante a viagem; o intercity liga as cidades mais importantes e já é um pouco mais rápido do que o anterior; o frecciabianca liga apenas a cidade de Roma com algumas cidades do sul e nordeste; o freciarossa é o comboio mais rápido e algo me diz que vou usá-lo muito uma vez que liga Milão, Turim, Florença, Bolonha, Roma, Nápoles e outros.

É possível jantar pagando só a bebida
Um facto curioso, este. Se formos a um bar a partir do fim da tarde (entre as 18h e as 21h), pagamos uma bebida e podemos servir-nos à vontade no buffet  de aperitivos que alguns bares têm, sem pagar esses aperitivos. Os aperitivos, esses, são um belo de um brunch italiano. Uma bedida pode custar entre 9€ a 12€, é certo, mas ainda assim não deixa de ser um facto curioso e ao qual darei uso de vez em quando, com certeza.


vis Italy Segway Tours
Os cuidados a atravessar estradas são poucos ou nenhuns
Para quem está habituado às estradas lisboetas, não é nada de especial. Embora os semáforos existam, há sempre os aventureiros que se arriscam a atravessar a estrada entre carros em trânsito lento. Em Milão a situação é exactamente igual.

Os cães são permitidos nos estabelecimentos
Andar às compras em Milão e dar de caras com um cachorrinho em pleno estabelecimento público é normalíssimo por lá.

Ouve-se mais ciao bella! do que qualquer outra frase
Os chamados piropos também existem por lá mas estes são - muito - mais bem educados.

A pesquisa continuará ao longo dos 5 meses que me restam. As partilhas, também. Fiquem desse lado!

You May Also Like

0 comentários