12 must-see movies

by - 31 janeiro


O blog Lemao Doce lançou um projecto com a duração de doze meses - se quisermos - cujo objectivo é partilhar doze coisas em cada mês, consoante o tema lançado. Os temas estão já disponíveis e podemos entrar a qualquer altura do ano. Descobri-o hoje mesmo, dia trinta e um. O timing perfeito para partilhar os doze filmes que recomendo, como manda o tema de janeiro.

Partilhar os filmes que recomendamos é sempre um tanto discutível mas tal como estes filmes chegaram até mim por terceiros e acabaram por se tornar, para mim, verdadeiros must-see movies, quiçá poderá acontecer o mesmo com vocês. São filmes cujo género varia imenso entre eles e são, na sua maioria, filmes relativamente recentes. Sem mais demoras, o que realmente interessa:

1 | Fight Club, 1999


2 | Sweeney Todd, 2008


3 | The Time Traveler's Wife, 2009



4 | Midnight in Paris, 2011



5 | Now You See Me, 2013



6 | The Lone Ranger, 2013



7 | Gravity, 2013



8 | Maze Runner, 2014



[ Existem dois filmes do Mazze Runner e qualquer um dos dois é excepcional. O trailer é do primeiro. Se gostarem, gostarão ainda mais do segundo, garanto! ]

9 | Interstellar, 2014



10 | Kingsman, 2015



11 | Chappie, 2015



12 | Tomorrowland, 2015



Esta dúzia de filmes não correspondem necessariamente aos meus filmes favoritos; se isso acontecesse, teria de estar incluído Harry Potter, The Hunger Games e (quase) todos os filmes do realizador Tim Burton. A lista contém filmes cujo enredo é fascinante e os personagens muito bem representados. São filmes que têm por detrás uma mente brilhante e uma produção digna. Filmes que, no fundo, e na minha pessoal opinião, valem a pena ser vistos e merecem os créditos. 

Espero sinceramente que esta partilha não seja uma mera partilha e que vos dê a conhecer alguns dos filmes mais entusiasmantes que conheço - se é que ainda não os conheciam. No próximo mês - e muito provavelmente até ao fim deste ano - voltará um novo tema, sugerido pelo projecto do blog Lemao Doce, com doze sugestões/factos pessoais. Fiquem desse lado!

You May Also Like

0 comentários